terça-feira, 3 de fevereiro de 2009

Mais uma que confirma a regra. Esta é uma terra de folia. De banda de música na tradicional arruada, com bandeirinhas penduradas e tudo. A definição da foto não deve dar para perceber quem são os presentes, mas o cenário é bestial.


7 comentários:

Paula disse...

Penso que o senhor que está de camisa branca com a mão dada a um menino é o meu sogro (José Santos) e a criança só pode ser o Mário ou o Guilherme....

Mario disse...

Paula tens razão é realmente o meu Pai, o miudo não sei, talvez o Guilherme, não se consegue conhecer e o careca que está mais em plano deve ser Eduardo Madeira

Álvaro disse...

«AS PESSOAS E OS LUGARES SÓ MORREM VERDADEIRAMENTE QUANDO OS APAGAMOS DA NOSSA MEMÓRIA»
São perto das 8.30 da manhã e a banda dos pardais, com o maestro na frente (meu saudoso tio Carlos Pereira) já vem subindo uma das maiores avenidas de Pedome, na sua triunfal ARRUADA na direcção da estrada aonde os espera as bonitas filhas do tio MÁRIO e outras jovens com tabuleiros de "doces e e copos de vinho fino" para os músicos.
Na foto podemos observar a figura mais representativa de pedome, até pelo seu trabalho, ZÉ CANTONEIRO,ladeado por altos dignatários da aldeia, tendo á sua esquerda "O REI" e á sua direita "O PRUA E O TIO LUÍS DA FECIDADE".
o rapaz que trás a cana na mão é o "XIXA CARNEIRO" sabem por este nome quem é ????
mais atrás á esquerda sentado no muro está meu querido pai EDUARDO.

armando tavares disse...

alvaro obrigado pelas fotografias



- armando tavares
- ze pito

anti portista disse...

Dou os meus parabens a Pedome, uma aldeia assumidamente Benfiquista, se nao nos tem roubado venceriamos o jogo indiscutivelmente. viva o GLORIOSO.

Lameirão disse...

Assumidamente benfiquista!!! Que me recorde, vermelho em Pedome só os burros do Zé das Bouças - Cunhal e Soares.

XIXA disse...

Àlvaro, o Xixa Carneiro agradece-te muito estas maravilhosas fotografias, só tu é que nos podirias dar estas alegrias de podermos recordar tempos passados mas que não saem da nossa memória. um abraço