segunda-feira, 25 de setembro de 2017

Mata-bicho da vindima


Dê-se-lhe a volta que quiser, não há vindima sem mata-bicho, nem pataniscas (iscas) de bacalhau como as que aí se comem.
Não será certamente do bacalhau que se tornou um produto industrial e tem o mesmo sabor todo o ano.
Será talvez o momento, a envolvência, a vontade, será a própria vindima e tudo o que a rodeia.
Seja o que for, não há mata-bicho como o da vindima!

terça-feira, 12 de setembro de 2017

Quentes



Extemporaneamente, como tudo este ano, chegaram as primeiras castanhas.
Pedome é assim!