sábado, 28 de dezembro de 2013

A morte do amigo mais leal


Não há inverno sem matança do porco. Das mais ancestrais tradições transmontanas, a matança do porco junta uma variedade de usos e conceitos, iniciados pela necessidade de manter as provisões para um inverno rigoroso, a que hoje se junta uma faceta ainda mais alegre e festiva.
A matança do porco é todo um acontecimento social, é o início de uma ronda de eventos gastronómicos que falta ainda explorar. Quem sabe está aqui mais um foco de promoção de Trás-os-Montes?
O meu tributo ao leal Amigo, o porco.

3 comentários:

trepadeira disse...

Um amigo leal,tão leal, mesmo depois de morto.

Abraço,

mário

© Piedade Araújo Sol disse...

Obrigado pelas visitas ao longo do ano de 2013.

Desejo um Ano Novo muito feliz pleno de paz e muita inspiração.

beijos

:)

Alda Luisa Pinheiro disse...

Era uma porquinha!!! Não gosto deste "post" ;)