terça-feira, 22 de outubro de 2013

Boletus Edulis e o Crescente Fértil


Diz-se que o crescente fértil estava localizado, algures, no médio oriente. Não tendo dados para contrapor tal teoria, atrevo-me no entanto a questionar a existência de apenas um.
Pedome brinda-nos com prendas inusitadas que nos fazem apreciar ainda mais a sua natureza generosa. Depois das batatas, o vinho e entre este e as castanhas, sem qualquer cultivo ou trabalhos que não sejam os de os descobrir, os “Niscarros”. E aqui estão eles, os primeiros, dos castanheiros, de seu nome original Boletus Edulis. E que grande que é o prazer de os apanhar, só ultrapassado, eventualmente, pelo de os comer.


4 comentários:

trepadeira disse...

Bom apetite.

Abraço,

mário

zeca soares disse...

Certamente prendas da natureza, mas para receber com grande atenção, como tudo na vida me dirás-tu !


O prazer é mais grande em os apanhar que em come-los, que alegria descobri-los de baixo do castanheiro,

mas isso requere algum conhecimento nos cogumelos, assim parece-me ser uma boa escolha o Niscarro .


Talvez sob os efeitos alucinógenos, me inspirou esta piada ...


MRP amigo da poesia !

Luisa disse...

Náo há também por aí uma especime de cogumelo a que chamam "roca" ? ...ou já estou toda baralhada? (Jantei cogumelos..de supermecado ..:(

Armando Sena disse...

Este blogue é uma fonte de ensinamento.
As rocas, já tiveram por aqui o seu espaço mais do que uma vez.
Deixo o link para o último post
http://lamadeiras.blogspot.pt/2012/11/tempo-de-rocas.html