quinta-feira, 4 de julho de 2013

Galacrista



A definição de galacrista, segundo o dicionário, é a seguinte:

galacrista
s. f.
1. [Botânica]  Planta amarantácea ornamental cuja florescência imita a crista de um galo.
2. Nome de outras plantas.

Para mim, puro ignorante da área da Botânica, este nome, apenas era dado a esta planta, em Pedome. Estava errado.
Ainda para mim, só em Pedome é que se usa(va) as sementes desta planta para limpar os olhos. Provavelmente também estarei enganado, ou não!

7 comentários:

Canto da Boca disse...

Fixando-me apenas na imagem, embora considere as definições e informações, é de uma bela singularidade.

;))

© Piedade Araújo Sol disse...

confesso que não conheço a planta.

:)

trepadeira disse...

Pois,para limpar os olhos não sabia.

Abraço,

mário

zeca soares disse...

Tambem nao te posso ajudar porque nao conheço ou entao jà me esqueci, assim tal como dois ignorantes !

Costuma-se dizer " a cultura è o que resta quando se esqueceu tudo ", neste caso jà esquecemos

os remèdios das nossas avoas, certamente teriamos muito que reaprender com

esses usos medicinais das plantas , embora neste exemplo o tratamento parece-me pouco

adequado para lavagem de olhos ...?

Boa semana e saudaçao ao MRP

Anónimo disse...

Não era propriamente para "lavar os olhos", antes para remover alguma coisa que estivesse a magoar, tipo poeira. Posso garantir que funciona porque o utilizei várias vezes.

ludegero disse...

de facto é bem verdade,não é só em Pedome que essa pratica existe, na localidade de Candedo concelho de Murça é bem conhecida essa prática de utilização da semente da Gala-crista para a remoção de poeiras ou outros que incomodam, pois que a presença desta semente não provoca ardor no globo ocular e desloca-se em círculos por debaixo da pálpebra juntando todo o melaço e arrastando com sigo todas as impurezas para o exterior em poucos minutos.
Esta prática é muito frequente em Candedo Murça como já referi, eu já utilizei.

Pmmach disse...

Bom dia,


Venho aqui também dar uma achega a este tópico. A minha mãe nasceu numa pequena aldeia da freguesia de Meirinhos no concelho de Mogadouro, e desde que me lembro sempre usou as sementes desta planta para fazer limpeza da vista. Eu mesmo, com a ajuda dela, cheguei a experimentar as sementes no mesmo processo de limpeza da vista por um par de vezes. Aliás, vim dar com este "blog", quando numa pesquisa tentava perceber se era apenas uma prática da pequena aldeia onde ela nasceu e cresceu; mas pelos vistos, esta prática, estava relativamente espalhada por esta zona transmontana.

cumprimentos