sexta-feira, 7 de junho de 2013

Pedome também é noite


É verdade, os encantos de Pedome não se esgotam na luz do dia. À noite, quando as cores se exprimem de maneira diferente, os restos do que foi vida, o reino de pedras que viram viver, exprimem-se de forma gloriosa.
Bom fim-de-semana.

8 comentários:

trepadeira disse...

Numa calçada onde a falta de passos deixa crescer a erva.

Abraço,
mário

zeca soares disse...

Ah! as noites Pedomenses !

Essas noites lânguidas de verao, na nossa adolescência onde nao havia nada a fazer,

então assentados nessas pedras cheias de memorias dos nossos antepassados

observàvamos a bela constelação de estrelas, falando de refazer o mundo ...

mas felizmente às vezes havia noites mais agitadas "Night Fever"

durante as festas religiosas com saidas aos famosos Arraiais ...



PS - Pedome embora não esteja localizada em alta altitude oferece uma excelente vista,
talvez haja menos poluição por isso é um lugar onde podemos ver claramente o céu.


Saudaçao ao MRP

Alda Luisa Pinheiro disse...

Mais uma excelente fotografia! Noites divertidas de Pedome...ou "assentados" ou em mode Night Fever (como diz o Zeca), mas e então , aquelas em que nos deitavamos no meio da estrada esperando que um carro aparecesse...(ouvia-se desde Tronco) e as noites à volta da Lareira da Nia...e quando a luz apagava à meia-noite e tinhamos que ir de candeia ou lanterna...lembram-se????...

zeca soares disse...

Enfim aliviados !!!

Quantas géraçoes de rapazes Pedomenses ficaram assombradas com esses fenômenos paranormais

temendo dessas luzes misteriosas nas ruas da aldeia em noites escuras ... hou! hou !

Entao aqui temos a explicaçao, eram simplesmente as raparigas que voltavam a casa com as candeias

ah ! se soubéssemos naquela altura, nao é rapaziada ...

Saudaçao ao MRP

Armando Sena disse...

E eu sou do tempo em que em Pedome não havia luz elétrica.
Á custa do petromax ou da luz da candeia, se viviam serões memoráveis.
As noites eram tão grandes que até originaram um provérbio: "Às nove, cama o pobre. Se esperas pelas dez, bem bruto és."
Impressionante esta capacidade de adaptação às adversidades.
Abraço

Alda Luisa Pinheiro disse...

Ehehe, Zeca...fizeste-me rir!!! Muito bom comentário!!!Sei de um primo meu (vcs também deve saber que ele "acompanhava com a malta) que tinha muito medo do escuro, de regressar a casa com o escuro e..."dessas luzes"!!!! :-)

Alda Luisa Pinheiro disse...

Armando, também me lembro ainda desse tempo, de jantar na casa da Nia (onde ficavamos nos dias de férias) à luz da candeia! ;)

Canto da Boca disse...

Cenário para belas histórias, sem dúvida.
Um mundo vivido e tantas lembranças redivivas!

;))