domingo, 7 de fevereiro de 2010




Continuando a rota das iguarias de Pedome, cá está uma bela de uma miolada. Feita em pote de ferro, como convém e acompanhadinha de um tinto natural, que equivale a dizer, fresquíssimo.
Mais um "nojo" como dirá o Gringo. Uma maravilha direi eu.
E na curva ascendente das calorias e triglicerídeos, cá terei para a semana o tradicional cozido de Carnaval, as batatas louras, pois claro e mais tarde os milhos, enquanto não chega a comida mais leve, mas não menos tradicional, como é o caso dos caldos de ervilhas e cornipos e das batatas à sementeira.
Ai vidinha...

7 comentários:

José Doutel Coroado disse...

miolos em pote de ferro... não há como os sabores transmontanos!
abs

angela disse...

Vidinha dura, com tanta comida boa.

smvasconcelos disse...

Nunca comi esses miolos, mas dava muito para os provar... e o vinho?! Pois...vive-se bem em Pedome. :)
beijos,

Espirro disse...

É de fazer crescer água na boca a qualquer transmontano,
principalmente se não os vão comer este ano!

gringo disse...

Tento comprir ao maximo com as nossas tradicoes,mas com estas ementas deicharam-me a distancia,nem sei se conseguirei igualar.um abraco.

BOMBOKA disse...

airinylEsta iguaria não me convence...que nojo!!!

gringo disse...

que esquezita esta bomboka,deve comer coisas bem piores.