segunda-feira, 4 de maio de 2009

Para os mais velhos que já não se lembram e para os mais novos que ainda não existiam, aqui fica a homenagem devida.
Deste lugar saíam coisas grandiosas.
Em primeiro lugar, as sestas do Tio Justino. A seguir, as almoçaradas com o Videira e a Fátima pelo Domingo Gordo. Depois, as potadas de aguardente, completamente ilegal como todo o bagaço que se preze, acompanhada pelas primeiras nozes que se colhiam na Praina.
Por fim, digo eu, porque os meus amigos poderão identificar mais, a música com que o Videira nos brindava todos os dias, de manhã à noite. Toda a gente em Pedome, desde o Xoino à Tia Bárbara sabia quem era o Quim Barreiros.
Era ou não uma maravilha?

2 comentários:

blogger disse...

WOow!Very interesting and cool blog you have! I am looking for new friends, if you love cats come to me - http://fcatworld.blogspot.com

Regada disse...

Havia mais uma maravilha. Os cortes de cabelo à Tijela que fazia o Tio Justino.